Rodrigo Radtke e Cristiana Maria Baldo

Poema feito exclusivamente para o casal.

Toca um som tão melancólico nas minhas memórias
Vem uma valsa, dançar minhas ideias, rodar
olho teus olhos de verdades ocultas e entrego meus pensares;
Como queria este dia pra sempre, como queria esta valsa incessante

E temos olhos de amigos que nos miram e nos sorriem
e temos mãos que juntas querem traçar caminhos
Perdi meus dias dentro da tua existência e esqueço de lembrar que já existia antes de ti
Se menciono uma frase, se a deixo escapar é sempre um eu te amo…e sempre acho uma resposta no
“eu também”…

Poema – Patrícia Baroli

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *