Cintia Santos e João Augusto Rubin

Há que se chamar de amor quando um olhar é recíproco a outro. Não tem como negar quando um sorriso surge instintivamente com a presença de quem se ama. Amar é a demonstração genuína de reciprocidade.

Cintia e João Augusto celebraram no sábado, 11 de fevereiro, a união de seus olhares, os sorrisos que se abriam no mesmo compasso e a verdade de seus corações pulsantes quando um sentia o outro na mesma sintonia. Foi a noite em que familiares e amigos puderam viver e presenciar o quanto o amor constrói e transforma.

Mas, principalmente, todos puderam ver o quanto amar é uma parceria de alma, é a troca de sentimentos e a soma de sensações. Amar revigora o espírito, traz brilho para o olhar, dá ânimo aos dias difíceis, traz paz aos momentos de sossego e faz cada segundo ao lado daquele bem querer valer por uma vida inteira.

O amor é recíproco nos detalhes, é único na imensidão e transformador pela vida, para os dois e para o universo que lhes rodeia. Cintia e João ao se unirem e serem abençoados por Deus passaram a multiplicar luz, energia e afeto a todos que lhe cercam. E esse, certamente, é o legado mais bonito que eles poderiam deixar ara cada um presente naquela noite.

Nossa equipe estava lá e tentou captar o tanto de felicidade reluzente presente no ar e o quanto de reciprocidade nosso casal exalava pelo salão. Curtam um pouco do que nossas lentes registraram dessa celebração de amor. <3

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *